O Túnel do Tempo
Olá visitante!

Não há atividade neste fórum atualmente. Queira dirigir-se à seção de História do Fórum PiR2

http://pir2.forumeiros.com/

Muito obrigado.

A comédia que se tornou divina

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A comédia que se tornou divina

Mensagem por Crises em 20th Fevereiro 2012, 09:09

Como se pode observar, Lavoisier estava muitíssimo correto - nada se cria, tudo se transforma -, em relação ao que existe na natureza e nos seus derivados(coisas que o homem desenvolve).
Os computadores que temos hoje, não são fruto da guerra fria e sua evolução tecnológica, mas sim, o desenvolvimento racional-cartesiano de várias décadas. O mesmo ocorre com a música; para termos a acústica dos dias de hoje foi necessário mais ou menos dez mil anos de progresso.

É fato, algumas coisas ainda continuam paradas no tempo, esperando por uma alma sensível, que de um toque mágico para melhorar o desempenho; o saleiro é um exemplo, que desafia a lógica e nunca funciona quando você precisa; as garrafa térmicas não ficam para traz, sempre jorrando café muito além do copo.

Todo este processo evolutivo, também se repete no cenário cultural, seja no idioma, nas crenças e até mesmo na imaginação. As idéias que parecem lei atualmente, nem sempre existem por todo sempre. Por exemplo, o inferno que conhecemos hoje, com todos os detalhes - diabinhos e fogo - é criação de um escritor da idade média, chamado Dante Alighieri. Sua obra relata um passeio indo do inferno ao paraíso, passando pelo purgatório.


O inferno, é a parte mais interessante, na qual ele relata existir nove níveis em aspiral de fogo e em cada anel, há um tipo de punição. No primeiro circulo estão os filósofos e grandes cientistas , esta é a parte mais tranquila, pois lá não há demônios e nem fogo. Os acadêmicos fazem lá o que fizeram a vida toda: debatem idéias. Do segundos circulo ao sétimo, são torturado almas que cometeram os pecados capitais, lembrando que a tortura cresce de acordo com o nível. Minos(rei, marido da mãe de minotauro) guarda a entrada deste inferno e ele que realiza, o julgamento dos castigados. Darei uma breve palhinha sobre uma das torturas:

No terceiro circulo estão os guloso, cuja a pena consiste em ficarem prostrados debaixo de uma fonte de chuva de granizo, água e neve, e ser dilacerados pelas unhas de Cérberos (o cão de três cabeças derrotado por Hercules). Quem não resiste ao ataques deste cão e se atira no leito ao lado, acaba afogando-se em um rio de sangue, pelo resto da eternidade, clamando pela morte que nunca vem. No nono circulo está Lúcifer e lá são punidos, os que traíram as pessoas que o ama.

Este livro quando foi escrito, chamava-se "A comédia", mas pela grandiosidade da obra, autores posteriores a Dante deram o nome de "A divina comédia". Até hoje os termos vem evoluindo. A palavra "dantesco" por exemplo, vem de Dante, que da uma ideia de grandioso ou insuperável.

Tudo continua progredido, é só observar a sua volta ou dentro de você. Provavelmente o seu ponto de vista, sobre algumas questões, não são as mesmas de cinco minutos atrás, quando você começou a ler o texto. Posso lhe dar os parabéns; você evoluiu.


fonte: http://www.faroesteurbano.net/2012/02/comedia-que-se-tornou-divina.html

Crises
Membro Regular
Membro Regular

Mensagens : 16
Data de inscrição : 13/09/2011
Idade : 25
Localização : Guaratuba

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum